Vai ter Concurso: Planejamento reserva R$ 600 mi para concursos em 2018 PDF Imprimir E-mail
conteudo geral - Notícias de Concursos
Seg, 06 de Novembro de 2017 07:18

Um anúncio feito pelo ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, na última segunda-feira (30), reacende o mercado dos concursos federais. Acontece que o ministro disse que liberará autorizações no decorrer de 2018.

De acordo com o político, os avais serão "apenas para recomposição e melhoria da eficiência". Ou seja, eles virão para suprir a alta defasagem de pessoal enfrentada por vários órgãos.

O valor destinado para a contratação dos servidores já está reservado: R$ 600 milhões. Esta quantia estará apresentada no Orçamento 2018 após o envio no Congresso da mensagem modificativa - anteriormente, o Orçamento não previa a realização de nenhum concurso público.

Não foram revelados os órgãos que devem ser contemplados com as vagas, mas serão avaliados todos os pedidos encaminhados ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG).

Concursos que podem receber autorização em 2018

Entre os órgãos que apresentam alto déficit de servidores e que devem entrar na lista de autorização estão a Receita Federal, o Ministério da Fazenda, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o Ministério do Trabalho, o Banco Central do Brasil (Bacen) e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Vale lembrar que o Poder Executivo tem uma defasagem de mais de 200 mil servidores. Em entrevista anterior, o secretário-geral da Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal), Sérgio Ronaldo da Silva, enfatizou que "um dos problemas já constatados [com o déficit] é que há situações em que um servidor faz o serviço de três e isso tem gerado muitos afastamentos por estresse e lesão de esforço repetitivo".

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar